Estudo sobre epilepsias severas

Estudo sobre epilepsias severas

Uma das principais preocupações das famílias que vivem com a Síndrome de Dravet, está direccionada com a hereditariedade e a possibilidade da mesma informação genética ser transmitida para um novo membro da família.

De acordo com uma pesquisa publicada no The New England Journal of Medicine, agora as famílias de crianças com epilepsias severas podem evitar ter um segundo filho nascido com a mesma doença.

A líder do co-estudo, diretora de Pediatria da Austin Health e de Neurologia Pediátrica da Universidade de Melbourne, Professora Ingrid Scheffer, explica que agora as famílias podem ter aconselhamento genético mais preciso e planeamento familiar!

Deixamos AQUI o link com a explicação completa, em Inglês

 

 

Show Buttons
Hide Buttons